Por que é que a Terra treme?

Mónica Amaral Ferreira Centro de Investigação e Inovação em Engenharia Civil para a Sustentabilidade (CERIS)

14 Novembro 2020 | 15h00 (novo horário)

O que é um terramoto? O que podemos fazer antes, durante e depois para nos protegermos e às nossas casas, escola e trabalho?


Envie-nos a sua pergunta - ou a dos seus filhos - por e-mail (por escrito ou por áudio), indicando o nome e idade, ou coloque a questão em directo na caixa de comentários da emissão ao vivo.


Ver no Facebook


Biografia


Mónica Amaral Ferreira é engenheira do Território, licenciada pelo Instituto Superior Técnico, pós-graduada em Riscos Naturais e Tecnológicos pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e doutorada em Engenharia do Território no Técnico Lisboa na temática do risco sísmico em sistemas urbanos. Trabalhou em Itália, no Istituto Nazionale di Geofisica e Vulcanologia - Sezione di Milano (INGV) como investigadora durante um ano. A sua área de trabalho e investigação foca-se no planeamento urbano em zonas de risco sísmico, redução e gestão do risco de desastres, continuidade de negócios, gestão e resiliência, educação e comunicação do risco. Mónica participou em várias missões de reconhecimento pós-sismo, nomeadamente em Portugal (Açores), China (2008), Itália (2009, 2012, 2016), Haiti (2010), Espanha (2011) e Japão (2011), para avaliar os danos em edifícios, entrevistar a população afetada e compreender os problemas e impactos dos sismos no sistema urbano. Tem trabalhado com diversos parceiros (nacionais e internacionais, públicos e privados), na avaliação e mitigação, bem como na educação e e sensibilização do risco sísmico. A Mónica, em conjunto com o Departamento de Informática do Técnico, desenvolveu o jogo (para computador e android) “Treme-Treme”, sendo uma oportunidade para proporcionar competências educativas na resposta e mitigação dos sismos a crianças, educadores e pais (www.treme-treme.pt). Esteve envolvida na produção do filme educativo “Antes que seja tarde demais”, na campanha de sensibilização “Mover, Proteger e Fixar” e é responsável pelo projeto educativo a “A terra treme! É um sismo!” que decorre no Museu de São Roque, em Lisboa, desde 2018 e que é dirigido ao público escolar (crianças entre os 3 e os 12 anos) e a famílias com crianças na mesma faixa etária.


Formulário de Opinião